Jovens mulheres do Movimento Estudantil disputam eleições 2018

Um terço do eleitorado brasileiro é formado por jovens entre 16 e 33 anos. São mais de 45 milhões de pessoas em um universo de 144 milhões aptas a votar nas eleições de outubro. Ou seja, os jovens têm o poder de decidir as eleições deste ano e renovar a política através do voto e da escolha de candidatos que falem a sua língua e que representem os seus ideais.

Para te ajudar no processo de escolha dos candidatos, apresentamos aqui duas jovens potiguares, que vieram do Movimento Estudantil e nestas eleições disputam uma vaga na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.


Patricia Santiago, 23 anos, candidata a Deputada Federal pelo Partido Comunista do Brasil – PCdoB

Patrícia Santiago nasceu e cresceu na região do Vale do Açu, interior do Rio Grande do Norte, na cidade de Carnaubais. Hoje estuda Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Estudou na Escola Estadual Alcides Wanderley, onde compôs o Grêmio Estudantil e teve o primeiro contato com os movimentos sociais, quando participou do Seminário de educação da UBES em Brasília, no ano de 2011. Iniciou sua atuação política ao participar do movimento estudantil e das organizações de juventude, quando conheceu a União da Juventude Socialista (UJS).

Foi presidente da UJS em Carnaubais, foi candidata a vereadora pelo PCdoB, foi diretora da União Nacional dos Estudantes (UNE) e atualmente é presidente estadual da União da Juventude Socialista (UJS) do Rio Grande do Norte.

Principais propostas

1) A criação de um fundo financeiro que garanta um orçamento exclusivo para o Plano Nacional de
Assistência Estudantil (PNAES);

2) Leis de incentivo e valorização da pesquisa, como instrumento da conquista da soberania
nacional.

3) A implementação de uma Projeto de Lei de Criminalização da LGBTIfobia:

4) Ampliação e efetivação dos serviços das Delegacias Especializadas no Atendimento às
Mulheres (DEAMs);

5) A oferta de oportunidades iguais de acesso à educação superior, com a manutenção das cotas
sociais e raciais;

Acompanhe a Patricia Santiago através do facebook.com/patriciasantiagorn


Camila Barbosa, 22 anos, candidata a Deputada Estadual pelo Partido Socialismo e Liberdade – PSOL

Camila é pedagoga formada pela UFRN e atualmente acompanha a Comissão de Educação da Câmara Municipal de Natal. Durante sua graduação, participou ativamente do Movimento Estudantil, inicialmente através do Centro Acadêmico de Pedagogia Paulo Freire e posteriormente organizada como militante do Movimento Juntas.

Ocupou a reitoria da universidade contra a PEC55 do teto de gastos, lutou contra o aumento abusivo do Restaurante Universitário e participou das mobilizações contra a expulsão dos ambulantes. Atuou/atua nos Movimentos Sociais do Estado, especialmente na organização política em torno dos direitos das mulheres e da juventude.

É militante feminista, fruto da Primavera das Mulheres que correu o mundo e ainda hoje semeia sonhos de um futuro radicalmente diferente e socialmente igualitário.

Principais propostas

1) Mandato participativo, com plenárias abertas e prestação de contas

2) Ampliação das Delegacias das Mulheres e regime de funcionamento 24h

3) Luta pela criação do Centro de Referência para Atenção Integral da Saúde LGBT

4) Materiais informativos nas Escolas Estaduais acerca do disque 180

5) Defesa de políticas públicas de incentivo ao esporte amador

Fique por dentro de outras propostas e acompanhe a campanha da Camila através do www.facebook.com/camilapsol


Vamos acabar com a continuidade da velha política e fazer a diferença! Leia, pesquise, converse com seus amigos e família e conheça bem os candidatos e suas propostas.

Compartilhe e nos curta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *